Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise filogenética de cepas de Streptococcus dos grupos Mitis e Sanguinis isolados da cavidade bucal crianças durante as fases iniciais de colonização

Processo: 10/06785-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Renata de Oliveira Mattos Graner
Beneficiário:Jessica Dias Theobaldo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Microbiologia oral   Filogenia   Diversidade genética   Boca   Streptococcus   Reação em cadeia por polimerase (PCR)

Resumo

A cavidade bucal consiste em uma das regiões com maior diversidade e quantidade de microrganismos que colonizam o corpo humano. A despeito das variações individuais, bactérias do gênero Streptococcus estão entre os microrganismos predominantes na microbiota bucal desde a infância até a vida adulta. Este gênero inclui grupos de espécies não-hemolíticas consideradas protótipos dos colonizadores pioneiros das superfícies mucosas e dentárias, como os estreptococos dos grupos Mitis e Sanguinis. Entretanto, pouco se sabe ainda sobre o padrão de aquisição inicial e diversidade filogenética de espécies destes grupos. Esse projeto visa caracterizar filogeneticamente cepas de Streptococcus dos grupos Mitis e Sanguinis isoladas de amostras bucais de crianças durante as fases iniciais de colonização bucal. Para isto, os isolados de crianças entre 2 e 16 meses de idade serão cultivados para purificação de DNA gnômico e segmentos de genes housekeeping obtidos através de PCR com primers degenerados. Os amplicons obtidos serão então sequenciados e as sequências submetidas a análises filogenéticas utilizando-se algoritmo neighbor-joining. As sequências serão comparadas com os dados de sequenciamento de diversas cepas de cada grupo taxonômico disponíveis em banco de dados públicos. Os resultados devem gerar informações importantes para a identificação e análise da diversidade genética das espécies de Streptococcus pioneiras da cavidade bucal, além de colaborar com os bancos de dados existentes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PALMA, THAIS H.; HARTH-CHU, ERIKA N.; SCOTT, JODIE; STIPP, RAFAEL N.; BOISVERT, HEIKE; SALOMAO, MARIANA F.; THEOBALDO, JESSICA D.; POSSOBON, ROSANA F.; NASCIMENTO, LEANDRO C.; MCCAFFERTY, JONATHAN W.; FALLER, LINA; DUNCAN, MARGARET J.; MATTOS-GRANER, RENATA O. Oral cavities of healthy infants harbour high proportions of Streptococcus salivarius strains with phenotypic and genotypic resistance to multiple classes of antibiotics. Journal of Medical Microbiology, v. 65, n. 12, p. 1456-1464, DEC 2016. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.