Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial de mineralização de nitrogênio em solos cultivados com cana-de-açúcar

Processo: 09/09741-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Paulo Cesar Ocheuze Trivelin
Beneficiário:Guilherme Arf Torres
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/10534-8 - Rendimento da cana-de-açúcar em ciclos consecutivos associado ao efeito residual e as transformações de N e S no solo, em sistema conservacionista, AP.TEM
Assunto(s):Nitrogênio   Saccharum   Mineralização

Resumo

Além da importância social do cultivo de cana-de-açúcar no Brasil e no mundo, a cultura destaca-se pela capacidade na ciclagem do N no sistema solo-planta-atmosfera, principalmente em sistemas de colheita sem despalha a fogo. Contudo, o nitrogênio é um dos nutrientes mais controversos em estudos de nutrição da cana-de-açúcar, sobretudo devido à baixa resposta da cultura no ciclo de cana-planta à fertilização nitrogenada. Nesse enfoque, a mineralização do N do solo e de resíduos culturais é uma das explicações da baixa resposta da cultura ao N-fertilizante. Nesse sentido, a realização de estudos sobre mineralização de nitrogênio em solos é importante para se conhecer melhor a dinâmica do nutriente no sistema e na nutrição da cultura. Nesses estudos, a capacidade de mineralização bruta do N do solo avalia o processo de conversão direta de N-orgânico em NH4+/NH3 (amonificação) e só pode ser estimada utilizando-se a técnica da diluição da abundância de 15N no "pool" de NH+4 marcado inicialmente com 15N, pelo 14NH+4 proveniente da mineralização da matéria orgânica. Por outro lado, o nitrogênio potencialmente mineralizável do solo (No) pode ser utilizado na predição da disponibilidade de N às plantas, em um determinado período de tempo, o que nos permite ajustar as recomendações da adubação nitrogenada, uma vez que o N das frações mais lábeis é liberado nos períodos iniciais do processo de mineralização. Pelo exposto, o objetivo deste trabalho é quantificar a taxa bruta e o potencial de mineralização do nitrogênio em solos cultivados com cana-de-açúcar, incubados aerobicamente em experimento de laboratório, gerando informações que auxiliarão no entendimento do manejo da adubação nitrogenada da cultura em áreas sem despalha a fogo (cana-crua).