Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantificacao de fitosterois em azeite de oliva por cromatografia gasosa.

Processo: 02/06731-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2002
Vigência (Término): 31 de agosto de 2003
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Lireny Aparecida Guaraldo Gonçalves
Beneficiário:Gabriela Bonfante Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Fitosteróis   Azeite de oliva

Resumo

O Brasil não produz azeite de oliva e em função disto tem pouco domínio sobre a complexidade das técnicas analíticas que podem detectar fraudes nestes produtos. Pelo alto valor comercial e grande oferta internacional, o Brasil tem sido visto como um país sem fronteiras éticas e técnicas para coibir os abusos no setor de importação. O Laboratório de Óleos e Gorduras da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas pretende se disponibilizar frente aos órgãos de vigilância do governo como um centro de treinamento de técnicas analíticas específicas para este setor comercial. Neste trabalho dispõe-se a dominar a técnica de quantificação de esteróis (fitosteróis) em óleos vegetais, por cromatografia em fase gasosa. A metodologia aplicada será metodologia oficial da American Oil Chemical Society, envolvendo preparação de matéria insaponificável do azeite, separação da fração de hidrocarbonetos esteróides em cromatografia em camada delgada, isolamento das frações e quantificação em cromatografia em fase gasosa, utilizando padrões cromatográficos para sua identificação. (AU)