Busca avançada
Ano de início
Entree

Análises energética, exergética e econômica de centrais de cogeração com resíduos sólidos municipais

Processo: 05/03853-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Engenharia Térmica
Pesquisador responsável:Marcelo Rodrigues de Holanda
Beneficiário:Juliana Queiroz Albarelli
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química de Lorena (FAENQUIL). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). Lorena , SP, Brasil
Assunto(s):Cogeração de energia elétrica   Resíduos urbanos   Incineração de resíduos urbanos   Exergia   Análise econômica

Resumo

Os resíduos sólidos municipais (RSM), atualmente, constituem-se em problema sério nas grandes cidades, visto que a sua disposição inadequada poderá causar inúmeros malefícios tanto à saúde dos seres humanos quanto ao próprio meio ambiente. Uma das informações disponíveis sobre as quantidades de resíduos no Brasil data de um levantamento nacional realizado pelo IBGE em 1989. Segundo esse estudo, diariamente são produzidas no Brasil 242000 toneladas de lixo, das quais cerca de 90000 correspondem aos RSM. O destino desta enorme quantidade de lixo gerado é o seguinte, de acordo com o referido levantamento: céu aberto (76%); aterro sanitário (10%); aterro controlado (13%); usina de compostagem (0,9%); usina de incineração (0,1%). Diante dessa situação e de vários outros apontamentos feitos por muitos pesquisadores, algumas outras técnicas de gerenciamento de RSM (compostagem, incineração e reciclagem) têm sido estudadas e testadas como alternativas à aterragem. Em comparação com a disposição em aterros sanitários, destaca-se, ainda, que a incineração (desde que conduzida de maneira ambientalmente segura) não apresenta o problema da geração e tratamento de percolado, além das emissões gasosas permanentes que caracterizam os aterros sanitários. Porém, o investimento inicial e o custo do processo de incineração são muito maiores. Logo, há uma percepção de que a geração de energia elétrica acoplada à incineração de RSM pode trazer vantagens tanto do ponto de vista energético quanto econômico. Nesse sentido, o objetivo principal deste projeto de iniciação científica é desenvolver análises energética, exergética e econômica em duas tecnologias de cogeração (ciclo a vapor e ciclo combinado), levando em conta o benefício (ou renda) oriundo da prestação de serviços de destruição (ou combustão), de forma a concluir qual ou quais dessas usinas elétricas são viáveis para a geração de eletricidade na Região de Guaratinguetá.