Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das ações do ro-conopeptideo tia sobre adrenoceptores alfa-1b e alfa-1d

Processo: 03/08057-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2003
Vigência (Término): 30 de setembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:André Sampaio Pupo
Beneficiário:Vanessa de Cassia Raymundi
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil

Resumo

Importantes ações da noradrenalina e adrenalina resultam da ativação de receptores adrenérgicos alfa1 (alfa1-ARs). Os alfa1-ARs compreendem uma família de receptores estruturalmente relacionados composta por três diferentes subtipos (alfa1A-, alfa1B- e alfa1D-ARs), sendo todos igualmente ativados pela noradrenalina e adrenalina. A principal via de sinalização desencadeada pelos alfa1-ARs é relacionada à proteína Gq/11, ativação de uma fosfolipase C e conseqüente formação de IP3 e diacilglicerol. Recentemente, foi isolado do molusco gastrópode marinho Conus tulipa um peptídeo de 19 aminoácidos denominado rô-conopeptídeo TIA que interage com alfaT-ARs. No entanto, não é sabido se esse peptídeo interage seletivamente com algum subtipo de alfa1-AR. Além disso, as ações desse conopeptídeo sobre respostas funcionais mediadas por alfa1-ARs são praticamente desconhecidas. Assim, os objetivos do presente projeto são investigar se o rô-conopeptídeo TIA age seletivamente em algum subtipo de alfa1-ARs e estudar suas ações sobre respostas funcionais mediadas por alfa1-ARs. Para tanto, as ações do rô-conopeptídeo TIA serão determinadas contra as contrações do baço e aorta de rato à noradrenalina, que são efeitos mediados por populações homogêneas de alfa1B- e alfa1D-ARs, respectivamente. Esse estudo fornecerá importantes informações sobre a seletividade e mecanismo de ação do rô-conopeptídeo TIA. (AU)