Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de marcadores microssatélites em Brachiaria humidicola e sua utilização para estudos de diversidade genética

Processo: 09/53787-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Anete Pereira de Souza
Beneficiário:Guilherme Carvalho Alleoni
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Diversidade genética   Repetições de microssatélites   Marcador molecular

Resumo

Recentemente o Brasil se destacou no mercado mundial de carne bovina e grande parte desse sucesso deve-se à utilização de forrageiras como a principal fonte de nutrientes. Dentre as várias opções de forrageiras tropicais, as gramíneas são predominantes, com destaque para algumas de origem africana, principalmente as do gênero Brachiaria, que dominam o mercado forrageiro do país. Brachiaria humidicola apresenta diversas características de interesse agronômico e está incluída no programa de melhoramento de forrageiras tropicais da Embrapa Gado de Corte - Campo Grande/MS, cujo banco ativo de germoplasma (BAG) conta com 58 acessos. Estes foram analisados geneticamente através de marcadores microssatélites por nosso grupo de pesquisa e 42 destes foram analisados morfologicamente. É importante ressaltar que apenas um tem reprodução sexuada, o que limita as fontes de sexualidade. As principais dificuldades encontradas atualmente no programa de melhoramento têm sido a apomixia, a variação de ploidia e a dificuldade de triagem de características de interesse. Marcadores moleculares são ferramentas poderosas no auxílio de programas de melhoramento, disponibilizando informações genéticas importantes aos melhoristas e podendo ser utilizados em praticamente todas as etapas do melhoramento de plantas. O presente projeto visa à caracterização de marcadores moleculares do tipo microssatélite e sua utilização para uma melhor compreensão da diversidade genética existente. Além disso, os resultados obtidos serão incorporados a um estudo de mapeamento genético e mapeamento do gene de apomixia, em andamento por nosso grupo de pesquisa. A expectativa é de que os resultados alcançados sejam diretamente incorporados ao programa de melhoramento de Brachiaria spp. da Embrapa. (AU)