Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da técnica de Hot Melt coating para obtenção de dispersões sólidas de praziquantel

Processo: 07/03076-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2007
Vigência (Término): 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Luis Alexandre Pedro de Freitas
Beneficiário:Débora São José de Amorim
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Tecnologia farmacêutica   Revestimentos   Leito fluidificado   Praziquantel   Solubilidade

Resumo

A esquistossomose é uma doença causada por três espécies, principalmente Schistosoma mansoni, e é uma das infecções parasíticas mais relevantes em todo o mundo. O fármaco de escolha da Organização Mundial de Saúde (OMS) para o tratamento dessa doença é o praziquantel. No “hot melt coating”, é utilizado o material de revestimento no estado fundido, eliminando a necessidade de solventes. Dentre as principais aplicações do processo, pode-se citar: melhorar a palatabilidade, prevenir a degradação por fatores ambientais e controlar a liberação do fármaco. No caso, o processo pode ser utilizado para melhorar a solubilidade e conseqüente biodisponibilidade do praziquantel, que são características críticas do fármaco, visto que são necessárias altas doses para se obter a ação terapêutica desejada. Este trabalho possibilita o estudo e a obtenção de formas farmacêuticas de praziquantel revestidas por PEG e PVP por “hot melt coating”. Isso inclui estudo das variáveis e condições operacionais do processo, como vazão, temperaturas, quantidade de revestimentos etc; além da avaliação da qualidade do produto final, através de parâmetros como solubilidade, tempo de desintegração, perfil de dissolução, interação fármaco-excipiente etc.