Busca avançada
Ano de início
Entree

Doenças Negligenciadas: Tema de difícil consenso entre a Organização Mundial de Saúde e Indústria Farmacêutica

Processo: 08/05617-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2008
Vigência (Término): 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Karina Lilia Pasquariello Mariano
Beneficiário:José Flávio de Castro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças negligenciadas   Indústria farmacêutica   Planos e programas de saúde

Resumo

O presente projeto de pesquisa tem como objeto analisar a relação entre os programas de saúde promovidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para o combate de doenças (principalmente nos países pobres) e os investimentos da indústria farmacêutica em pesquisa e produção de novos medicamentos. Nesse contexto, apontar as discrepâncias entre estes interesses (que perpassam as esferas: econômica, política e social) e os fatores que ocasionam tal situação, especialmente pelo fato de que várias doenças que vitimam as populações dos países mais pobres são denominadas de "doenças negligenciadas" pela indústria farmacêutica.Como parte desta análise, enfocaremos a iniciativa da Organização Humanitária: Médicos sem Fronteiras que junto com a OMS desenvolveu um grupo de trabalho, para o incentivo à pesquisa e produção de drogas para as chamadas doenças negligenciadas, denominado DNDi (Iniciativa de Drogas para Doenças Negligenciadas).