Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação das atividades esquistossomicida, leishmanicida e tripanocida in vitro de algumas neolignanas tetraidrofurânicas e lignanas dilactônicas

Processo: 08/09273-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2008
Vigência (Término): 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Ademar Alves da Silva Filho
Beneficiário:Ana Carolina Gonzales Moraes
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/60132-4 - Investigação das atividades esquistossomicida, tripanocida e leishmanicida de lignanas e neolignanas obtidas por acoplamento oxidativo in vitro de fenilpropanóides, AP.JP
Assunto(s):Tripanossomicidas   Schistosoma mansoni

Resumo

As lignanas e neolignanas têm despertado grande interesse devido às suas inúmeras atividades biológicas no homem. Em ensaios biológicos anteriormente realizados, foram evidenciadas excelentes atividades esquistossomicida in vitro e in vivo para neolignanas tetraidrofurânicas e lignanas dibenzilbutirolactônicas. Tendo em vista estes resultados promissores e como parte do projeto Jovem Pesquisador Fapesp 06/60132-4, os objetivos deste projeto são: obter as neolignanas tetraidrofurânicas e lignanas dilactônicas (1-3); isolar, purificar e identificar as neolignanas e lignanas obtidas e investigar as atividades esquistossomicida, leishmanicida e tripanocida in vitro destas substâncias. Para isto, estas moléculas serão obtidas por meio da dimerização de diferentes fenilpropanóides por acoplamento oxidativo in vitro. As substâncias, após sintetizadas, serão purificadas utilizando-se várias técnicas (sobretudo cromatográficas). Em seguida, será feita a determinação das suas estruturas químicas através da análise dos espectros obtidos por técnicas espectroscópicas (como p.ex. RMN 1H e 13C). Estas substâncias obtidas e purificadas serão avaliadas em ensaios biológicos in vitro quanto às atividades esquistossomicida, leishmanicida e tripanocida contra, respectivamente Schistosoma mansoni, Leishmania amazonensis e Trypanosoma cruzi.