Busca avançada
Ano de início
Entree

Estilo de vida, dieta e histórico de câncer na família e risco de câncer de cabeça e pescoço em adultos jovens

Processo: 10/09661-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Victor Wünsch Filho
Beneficiário:Tatiana Natasha Toporcov
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias de cabeça e pescoço   Fatores de risco

Resumo

Nas últimas duas décadas, tem-se verificado aumento acentuado na incidência e na mortalidade por câncer de cabeça e pescoço (CCP) em populações com idade inferior a 46 anos. É provável que esse grupo apresente perfil etiológico distinto dos pacientes com maior idade. O estudo dos fatores de risco para o CCP especificamente neste grupo mais jovem pode ser útil para a melhor compreensão da etiologia desses tumores. O presente estudo tem o objetivo de estudar a relação entre fatores exógenos reconhecidos como fatores de risco para o CCP, em indivíduos com diagnóstico em idade inferior a 46 anos. A pesquisa englobará indivíduos incluídos nos estudos participantes do Consórcio Internacional de Epidemiologia de Câncer de Cabeça e Pescoço (INHANCE - International Head and Neck Cancer Epidemiology Consortium), coordenado pela Agência Internacional de Pesquisa em câncer (IARC- International Agency for Research on Cancer), da Organização Mundial da Saúde, que congrega 26 estudos caso-controle realizados em diversos países do mundo. No total, este consórcio possui dados disponíveis para análise de 18.694 casos de CCP e 26.673 controles, dos quais 1439 casos e 3099 controles têm idade inferior a 46 anos, ou seja, são elegíveis para o presente estudo. A comparabilidade entre os estudos do INHANCE já foi testada em outras pesquisas, cujos resultados foram publicados. Serão testadas hipóteses relativas ao papel do tabagismo, do consumo de bebidas alcoólicas, do baixo consumo de frutas e vegetais e do histórico de câncer na família na etiologia do CCP, considerando-se diferenças por localizações anatômicas específicas, sexo e idade, por meio de análise multinível. (AU)