Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise histológica de eventos posteriores a polinização no estudo da auto-fertilidade de Tabebuia Chrysotricha (Bignoniaceae)

Processo: 07/52545-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2007
Vigência (Término): 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Nelson Sabino Bittencourt Junior
Beneficiário:Camila Ismael Giorgi Moraes
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/59234-4 - Sistemas reprodutivos e análise histológica dos eventos posteriores à polinização em espécies auto-férteis e auto-estéreis de Bignoniaceae, AP.JP
Assunto(s):Poliembrionia   Tabebuia chrysotricha   Bignoniaceae   Apomixia

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo investigar a auto-fertilidade e a apomixia em Tabebuia chrysotrida. O estudo será realizado através de experimentos de polinizações controladas, verificação e quantificação da poliembrionia, e análises histológicas quantitativas dos eventos posteriores ao início da antese em pistilos não-polinizados, autopolinizados e submetidos à polinização cruzada. Inflorescências contendo flores em pré-antese serão protegidas com sacos de organza ou de papel impermeável para exclusão dos visitantes florais. Nos dias subseqüentes, flores em primeiro dia de antese serão submetidas aos tratamentos acima citados, marcadas e re-ensacadas para o monitoramento da frutificação. Serão feitas análises em pistilos coletados em diferentes intervalos após a polinização, fixados parte em glutaraldeído e parte em FNT ou FAA50. Os pistilos serão infiltrados em historesina e em parafina para obtenção de secções microtômicas semi-seriadas e seriadas, respectivamente. As secções em historesina serão coradas com azul-de-toluidina, fucsina-ácida/azul-de-toluidina, ou em PAS/Sudan-Black B, e as secções em parafina serão coradas com azul-de-astra e fucsina-básica. As secções serão analisadas e fotografadas em fotomicroscópio. A poliembrionia será analisada através de dissecções e análises em estereomícroscópio, bem como em testes de germinação. (AU)