Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise dos requisitos da gestão ambiental no escopo do projeto e sua aplicação no processo de produção de empreendimentos complexos. estudo de caso: o projeto urbano Paris Rive Gauche - certificado ISO 14001

Processo: 05/03711-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2006
Vigência (Término): 30 de junho de 2008
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Construção Civil
Pesquisador responsável:Jose Joaquim Do Amaral Ferreira
Beneficiário:Ana Lucia Rocha de Souza
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

No Brasil, apesar de uma conjuntura incerta, o setor da construção civil permanece um dos motores da economia. Na construção, no Brasil e também em vários outros países, incluindo a França, a produção intermitente e as fortes flutuações da demanda destacam os papéis dos agentes responsáveis pela concepção e pela gestão do projeto, privilegiando, hoje em dia, os aspectos ambientais. Encontramos ainda uma forte dissociação entre as atividades de incorporação – definição do programa de necessidades - e a definição do escopo de contratação dos projetistas para o desenvolvimento do projeto. Existe uma lacuna significativa na definição do produto. Os agentes da construção sejam eles envolvidos nas etapas de incorporação, de comercialização ou de construção, reconhecem que deve ser dispensada maior atenção às regras contratuais, à circulação das informações e à gestão das interfaces e, principalmente, aos escopos de projeto. Além disso, observa-se um aumento da competitividade, cada dia mais acirrada, com empreendimentos de maior complexidade e que estão sendo lançados e entregues ao usuário final dentro de prazos cada vez mais curtos. Nesse mesmo cenário, com grandes pontos de oportunidade de melhoria, um novo fator surge no processo de produção de edifícios: a gestão ambiental e o desenvolvimento sustentável. O que torna ainda mais complexo o processo de projeto. O setor da construção de edifícios vem se mobilizando no sentido de enfrentar as dificuldades trazidas por esse novo fator, com o apoio da FINEP, da ANA - Agência Nacional de Águas do Ministério do Meio Ambiente, do próprio Governo Federal, que considera a questão prioritária. As organizações vêm agindo dentro de um contexto de legislação cada vez mais exigente, visando adotar a proteção ao meio ambiente, de forma a atender às exigências ambientais e ao desenvolvimento sustentável. Assim sendo, devido à importância e complexidade do tema, nesta pesquisa, a partir das trocas com pesquisadores e profissionais do setor, em particular os franceses e os brasileiros, busca-se estudar as evoluções da gestão ambiental na construção de edifícios, incorporadas ao processo de projeto. Para tanto, será adotado como estudo de caso a operação “Paris Rive Gauche" que, pelo seu porte e complexidade, 130 hectares de terreno, mais de dois milhões de m2 de área construída, resultado de uma parceria público-privada e certificada ISO 14001, irá contribuir consideravelmente na análise e para as conclusões a serem apresentadas.Como produto desta pesquisa, propõe-se a publicação conjunta de artigos em congressos e periódicos internacionais, e a elaboração de um manual técnico contendo diretrizes para empreendimentos complexos de construção de edifícios no Brasil. (AU)