Busca avançada
Ano de início
Entree

Fisiologia do crescimento bacteriano durante o início da fase de carência de fosfato

Processo: 05/01081-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2005
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Beny Spira
Beneficiário:Eduardo Garcia Constantino
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fosfatos   Polifosfatos   Escherichia coli   Fases estacionárias

Resumo

A bactéria Escherichia coli é modelo de estudos genéticos e fisiológicos em microrganismos. A complexa relação da bactéria com o meio envolve diversos sistemas protéicos, cujas funções são das mais variadas. Quando a bactéria é cultivada em meio limitante em fosfato, a exaustão deste nutriente faz com que os sistemas responsáveis pela captação e assimilação de fosfato sejam acionados. Ao mesmo tempo, ao invés de cessar completamente seu crescimento, como ocorre na carência de outros nutrientes, a população bacteriana continua a crescer, se bem que em ritmo mais lento. O padrão de crescimento de Escherichia coli durante a entrada na fase de carência de fosfato será analisado neste projeto. Serão construídos mutantes em genes relacionados à resposta geral ao estresse e à carência de fosfato e o padrão de crescimento destes será analisado e comparado ao da cepa selvagem. Os resultados obtidos com este trabalho poderão servir futuramente à otimização de biorreatores para remoção de excesso de fosfato de águas contaminadas. (AU)