Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das técnicas "in tube" SPME/LC na determinação de sulfonamidas em amostras de ovos

Processo: 10/00801-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2010
Vigência (Término): 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Maria Eugênia Queiroz Nassur
Beneficiário:Valeria Cristina Jardim
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Sulfonamidas   Cromatografia líquida de alta eficiência   Cromatografia   Ovo

Resumo

Os medicamentos veterinários têm sido usados em grande escala devido às práticas agrícolas modernas. O uso de medicamentos veterinários em aves pode afetar a saúde da população e o comércio internacional de alimentos, em razão da presença de resíduos de medicamentos ou de seus metabólitos nos alimentos, tais como, leite e ovos.Os principais fatores que determinam a ocorrência de resíduos de produtos veterinários em ovos são: o não cumprimento do tempo de carência (período entre a administração do medicamento e a coleta do ovo); via de administração, contaminação de rações ou águas; as propriedades físico-químicas e a biotransformação do medicamento, e as condições físicas da ave poedeira. A quantidade de resíduo presente no alimento, considerada segura, depende de estudos toxicológicos. As sulfonamidas são fármacos sintéticos utilizados extensivamente para tratamento de infecções bacterianas, causadas por microrganismos gram-positivos e gram-negativos. Estes compostos são derivados do p-aminobenzenosulfonamida, caracterizados por um grupo arila contendo um grupo amino e um grupo sulfonamida em posição para.A presença de resíduos de sulfonamidas em alimentos deve ser levada em consideração, uma vez que esses compostos podem aumentar o risco de resistências aos antibióticos. Resíduos dessas sulfonamidas também podem ser encontrados em fluidos biológicos como urina e plasma. Para controlar a presença desses resíduos em produtos de origem animal, faz-se necessário o desenvolvimento de métodos analíticos sensíveis e exatos. Um novo sistema SPME-LC, denominado "in-tube" SPME, foi recentemente desenvolvido para a microextração e pré-concentração de compostos orgânicos pouco voláteis e/ou termicamente instáveis. Utiliza um tubo capilar de sílica fundida (dispositivo SPME), com a superfície interna revestida com fase estacionária, o qual tem sido acoplado em linha com o sistema LC. Permite automação do processo de extração, resultando em maior precisão e menor tempo de análise, quando comparado às técnicas "off-line". Como as amostras são injetadas no sistema, praticamente em seu estado fisiológico, diminui a exposição dos analistas às amostras, além de minimizar perdas do soluto durante o processo de extração.As fases extratoras de troca iônica consistem de grupos iônicos covalentemente ligados à matrizes insolúveis, inorgânicas, como a sílica. As fases extratoras com os grupos iônicos NR3+ e NH3+ imobilizados são classificadas como trocadoras de ânions forte e fraco, respectivamente. O mecanismo de extração é baseado na atração eletrostática e competição entre os contra-íons do eluente e moléculas iônicas do soluto pelo íons de carga oposta ligados quimicamente à fase extratora.Neste trabalho propõem-se, as determinaçôes das sulfonamidas: sulfametazina, sulfametoxazol, sulfametizol, sulfamerazina, sulfadimetoxina e sulfaquinoxalina, em amostras de ovos empregando o sistema "in-tube" SPME/LC-UV com fase de troca iônica.