Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização e modulação por andrógenos da expressão do fator de crescimento epidérmico (EGF) e seu receptor (EGFR) em epidídimo de ratos

Processo: 07/50322-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2007
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Maria Christina Werneck de Avellar
Beneficiário:Acácio Pinto da Silveira Neto
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epididimo   Fatores de crescimento

Resumo

O fator de crescimento epidérmico (EGF) é uma proteína cujas principais funções são estimulação da proliferação celular, crescimento e diferenciação de diversos órgãos de mamíferos. O EGF e seu receptor (EGFR) estão envolvidos, juntamente com os andrógenos, na diferenciação e na proliferação tecidual pré-natal do trato reprodutor masculino, assim como em processos patológicos como o câncer prostático. A integração de diversos sinais externos na modulação da atividade tanto do receptor de EGF quanto do receptor de andrógenos demonstra a importância do estudo da regulação bidirecional entre; essas duas cascatas de sinalização. Dados preliminares de imuno-histoquímica de nosso laboratório indicam que o EGF e seu receptor (inativo e ativo) estão presentes em células epiteliais e intersticiais do epidídimo de ratos adultos. Além disso, foi observada uma variação qualitativa e quantitativa no padrão de imuno-histoquímica do EGF e seu receptor (inativo e ativo) em epidídimo de ratos em diferentes estágios da maturação sexual. Desta forma, o objetivo do presente trabalho de i iniciação científica é aprofundar nosso conhecimento sobre esses eventos, acompanhando a expressão do EGF e seu receptor, tanto em nível de mRNA quanto em nível protéico, em epidídimo de ratos em diferentes condições androgênicas. Para tal, ensaios de RT-PCR e Western blotting serão realizados em tecidos de animais em diferentes fases da maturação sexual (imaturos, adultos jovens e adultos) e de animais castrados cirurgicamente ou quimicamente com antagonista de receptor de andrógeno (acetato de ciproterona). (AU)