Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação da fosforilação e homeostase de cálcio na modulação da atividade proteolítica intracelular em plasmodium chabaudi

Processo: 10/09264-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Marcos Leoni Gazarini Dutra
Beneficiário:Mayrim Machado Gomes Smaul
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/54598-9 - Proteólise intracelular em parasitas da malária: caracterização e inibição de proteases em um novo ensaio para o ‘screening’ de drogas antimaláricas, AP.JP
Assunto(s):Enzimas proteolíticas   Proteólise   Fosforilação   Malária   Inibidores de proteases

Resumo

A malária é uma doença agressiva, responsável por muitas mortes anualmente. O Plasmodium, parasita responsável por esta patologia, possui grande variabilidade na sua expressão gênica, podendo resultar em modificações nas características das proteínas. Essas modificações resultantes de mutações podem levar os parasitas a um aumento da resistência aos antimaláricos disponíveis.A atividade proteolítica do Plasmodium é um processo vital, pois esta envolvida em processos fundamentais do metabolismo do parasita, como a invasão e a saída dos eritrócitos, degradação de hemoglobina para aquisição de aminoácidos, entre outros. Como em outras células eucarióticas, os eventos celulares são finamentes regulados pelo segundo mensageiro cálcio, que participa da modulação de diversos eventos celulares, como a diferenciação e divisão celular, porém ainda faltam estudos específicos das proteases reguladas pela alteração do cálcio intracelular nos parasitas da malária. Outro elemento importante na sinalização intracelular é a fosforilação de proteínas, que também pode ser um importante modulador da atividade proteolítica, e ainda pouco explorado no Plasmodium.O uso de inibidores seletivos de peptidases tem sido utilizado como alvo terapêutico de infecções fúngicas, parasitárias e bacterianas. Como as peptidases são consideradas importantes alvos antimaláricos, são essenciais os estudos mostrando as modificações na atividade proteolítica que essas proteínas podem sofrer e conseqüentemente na afinidade ao inibidor testado.O projeto pretende, através de ensaios em espectrofluorímetro e microscopia confocal, analisar a atividade proteolítica intracelular no Plasmodium chabaudi, associada aos mecanismos de sinalização e biologia celular de modo a fornecer informações novas sobre a regulação dessas enzimas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMES, MAYRIM M.; BUDU, ALEXANDRE; VENTURA, PRISCILLA D. S.; BAGNARESI, PIERO; COTRIN, SIMONE S.; CUNHA, RODRIGO L. O. R.; CARMONA, ADRIANA K.; JULIANO, LUIZ; GAZARINI, MARCOS L. Specific calpain activity evaluation in Plasmodium parasites. Analytical Biochemistry, v. 468, p. 22-27, JAN 1 2015. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.