Busca avançada
Ano de início
Entree

O comportamento afiliativo do quati Nasua nasua (Carnivora: Procyonidae) no Parque Ecológico do Tietê

Processo: 02/09158-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2002
Vigência (Término): 31 de outubro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Beatriz de Mello Beisiegel
Beneficiário:Renato Sinnhofer Sugimoto
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Etologia   Nasua nasua   Quatis   Comportamento social animal   Áreas de conservação

Resumo

O quati (Nasua nasua), espécie amplamente distribuída na América do Sul, ocupa vários tipos de ambientes florestais. As fêmeas da espécie vivem em grupos com os filhotes de até dois anos de idade e os machos adultos são solitários, só se unindo aos grupos na época do acasalamento. Os grupos fornecem aos filhotes, que são extremamente vulneráveis durante os primeiros meses de vida, proteção contra predação. A coesão dos grupos baseia-se principalmente em laços entre as fêmeas adultas, e estes laços são mantidos através de interações afiliativas entre elas. O objetivo deste projeto é descrever e quantificar as interações sociais afiliativas entre quatis no Parque Ecológico do Tietê (PET), em São Paulo, SP. O PET apresenta a maior densidade populacional já observada para esta espécie, aliando a facilidade de observação dos animais à possibilidade de estudo da flexibilidade comportamental do quati. As observações comportamentais serão feitas em períodos de quatro a cinco horas, três vezes por semana. Os animais serão observados nos locais onde a maior parte das interações sociais ocorre, os comedouros artificiais distribuídos pela área do PET e grandes troncos caídos em clareiras. As observações serão feitas pelos métodos animal-focal, de varredura instantânea e todas as ocorrências. Os dados obtidos serão discutidos numa perspectiva comparativa com o comportamento de Nasua nasua na Mata Atlântica contínua e com o comportamento de N. narica. (AU)