Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise proteômica e fosfoproteômica de cascatas de fosforilação iniciadas por FGF2/FGFR em células malignas de camundongo dependentes do oncogene K-Ras, da linhagem adrenocortical Y1

Processo: 10/08196-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Hugo Aguirre Armelin
Beneficiário:Alessandra Sussulini
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14307-9 - Center for Applied Toxinology, AP.CEPID

Resumo

O câncer é estabelecido como uma doença genética, caracterizado por mutações em oncogenes (como o K-Ras) e em genes supressores de tumor, sendo que um desequilíbrio no ciclo celular gera uma reprodução acelerada e descontrolada das células. Os mecanismos de sinalização celular, que coordenam as atividades e funções das células, consistem geralmente na transmissão de informação por meio de modificações pós-traducionais de proteínas, mais especificamente, pela fosforilação reversível das mesmas. O presente projeto de pesquisa consiste na realização de uma análise proteômica e fosfoproteômica quantitativa em células Y1 tratadas com fator de crescimento de fibroblastos 2 (FGF2), dando ênfase às transições G0/G1® S (atividade mitogênica) e G2® M (atividade antimitogênica), bem como à cascata de fosforilação subjacente à resposta a dano em DNA. Para isso, uma metodologia de análise proteômica e fosfoproteômica será desenvolvida no laboratório de espectrometria de massas de acordo com o estado da arte, buscando resolver um problema científico de fronteira. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.