Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise morfológica e cromossômica de duas populações da palmeira clonal Geonoma elegans Mart. em diferentes altitudes no Núcleo Picinguaba, Parque Estadual da Serra do Mar - SP

Processo: 08/09350-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Simey Thury Vieira Fisch
Beneficiário:Bianca Netto Rodrigues
Instituição-sede: Instituto Básico de Biociências (IBB). Universidade de Taubaté (UNITAU). Taubaté , SP, Brasil
Assunto(s):Altitude   Arecaceae   Palmeiras   Mata Atlântica

Resumo

Este projeto tem como objetivo caracterizar morfologicamente duas populações da palmeira clonal Geonoma elegans que ocorre no sub-bosque da Mata Atlântica em diferentes altitudes no Parque Estadual da Serra do Mar - Núcleo Picinguaba, Ubatuba - SP e verificar como se apresentam as possíveis variações a nível macro-morfológico e como estas estão expressas nos cromossomos. Serão avaliados 30 indivíduos reprodutivos de duas populações, uma situada na Floresta Ombrófila Densa de Terras Baixas (5 a 50m de altitude) e a outra na Floresta Ombrófila Densa Submontana (300 a 500m). Todos os indivíduos serão medidos quanto ao comprimento do caule da base até o ponto de abertura das folhas apicais, diâmetro do caule abaixo da coroa foliar, número de nós, número de folhas, comprimento e largura da folha mais nova, comprimento da raquis foliar, ângulo das nervuras e quando presentes, serão medidas as inflorescências ou infrutescências. Os estudos cromossômicos serão realizados no Laboratório de Biossistemática do Depto. de Botânica/IB/ UNICAMP, sob os cuidados da Profª Eliana R. Forni-Martins, em células em divisão mitótica extraídas dos ápices radiculares de sementes recém-germinadas, dependendo da disponibilidade das sementes. Caso as sementes não germinem, serão utilizadas raízes obtidas de indivíduos clonados, uma vez que a palmeira apresenta reprodução assexuada abundante. (AU)