Busca avançada
Ano de início
Entree

Cepas clínicas e ambientais de leveduras, mantidas em micoteca do ICB - USP, como C. neoformans: identificação das espécies (C. neoformans e C. gattii) e diversidade fenotípica das amostras estudadas

Processo: 10/15264-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Claudete Rodrigues Paula Gandra
Beneficiário:Wanderson Stevanato
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Antifúngicos   Identificação   Micologia   Fosfolipases   Proteinases   Cryptococcus gattii   Cryptococcus neoformans

Resumo

Neste trabalho, estudaremos 80 cepas de leveduras identificadas como Cryptococcus neoformans, sendo 40 amostras clínicas (isoladas de líquor de pacientes humanos com quadro de meningite - pacientes com AIDS e não AIDS e de animais, cão com meningite e felinos com criptococose cutânea) e 40 amostras ambientais (isoladas de fezes de aves e eucaliptos).Os objetivos deste estudo são: a reidentificação dos isolados de leveduras, mantidas na micoteca do Laboratório de Leveduras Patogênicas - ICB - USP como C. neoformans e a diferenciação das espécies em C. neoformans e C. gattii, bem como a abordagem dos fatores de virulência e a sensibilidade aos antifúngicos. A diversidade fenotípica de todas as amostras serão estudadas de acordo com o programa Bionumerics (árvore filogenética). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.