Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtencao da proteina nativa e recombinante 14-3-3 de paracoccidioides brasiliensis.

Processo: 07/57626-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2007
Vigência (Término): 30 de junho de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Maria José Soares Mendes Giannini
Beneficiário:Juliana Gouvea Muniz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Proteínas recombinantes   Adesinas   Paracoccidioides brasiliensis

Resumo

A paracocddioidomicose (PCM) é micose profunda causada pelo fungo dimórfico Paracoccidioides brasiliensis, endêmica na América Latina, principalmente Brasil. A capacidade de P. brasiliensis da não só provocar doença humana, mas também de causar micose com grande variedade de manifestações clínicas, desde formas localizadas até doença disseminada evoluindo para letalidade, depende provavelmente da relação entre a virulência do fungo, a habilidade deste em interagir com as estruturas superficiais do hospedeiro e invadi-las, e a resposta imunológica deste último. Com intuito de estudar os passos envolvidos desde o contato inicial de P. brasiliensis até os eventos de adesão e invasão que culminam com a sua entrada na célula, nosso grupo tem desenvolvido o modelo de culturas celulares in vitro. Utilizando este modelo, demonstramos que não só P. brasiliensis tem a capacidade de invadir células epiteliais de linhagens humanas e animais, como verificamos, pela primeira vez que a invasão de P. brasiliensis afeta a estrutura do citoesqueleto das células epiteliais, interferindo em aspectos morfológicos da adi na, tubulina e citoqueratina, indicando a participação funcional dos microfilamentos e microtúbulos neste mecanismo. Em estudo prévio, foi isolada uma adesina de P. brasiliensis ligante de laminina de 30kDa, que foi caracterizada posteriormente como uma proteína 14-3-3. Assim, pretende-se produzir a proteína 14-3-3 de P. brasiliensis recombinante, e verificar a influência da forma nativa e recombinante sobre a dinâmica do citoesqueleto celular das células epiteliais in vitro. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)