Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução sedimentar da planície retrobarreira de campos verdes (Laguna, SC) e os sambaquis de cárnica

Processo: 06/55135-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2006
Vigência (Término): 30 de junho de 2007
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Paulo César Fonseca Giannini
Beneficiário:Ana Paula Burgoa Tanaka
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/11038-0 - Sambaquis e paisagem: modelando a inter-relação entre processos formativos culturais e naturais no litoral sul de Santa Catarina, AP.TEM
Assunto(s):Sistemas deposicionais   Dunas   Sedimentologia

Resumo

A planície lagunar de retrobarreira de Campos Verdes situa-se no município de Laguna, litoral sul de Santa Catarina. Caracteriza-se pela presença de uma série de alinhamentos de cordões litorâneos transversais à atual linha de costa superpostos por pelo menos quatro conjuntos de dunas parabólicas inativas orientadas de NE para SW, encontram-se na área um dos sambaquis de Canto da Lagoa e os quatro sambaquis de Carniça. Dentro deste contexto, propõe-se no presente projeto o estudo das sucessões dos cordões litorâneos, a partir de um enfoque essencialmente geológico, voltado à interpretação integrada da dinâmica deposicional e ocupação pré-histórica. O objetivo central é a análise da variação das propriedades sedimentológicas em perfis transversais ao feixe de cordões e ao longo de um mesmo cordão, com o intuito de inferir os rumos de crescimento progradacional e longitudinal, respectivamente, bem como a dinâmica de sucessiva erosão e retomada da deposição. Para o alcance desse objetivo, as atividades programadas abrangem: revisão bibliográfica, fotointerpretação, análise de fácies em trincheiras, análises granulométricas e de minerais pesados, datações e tratamento estatístico dos dados. Ressalta-se que uma das metas do estudo é buscar relações, no tempo e no espaço, entre as diferentes feições deposicionais e os sambaquis a elas contemporâneos, de modo a gerar subsídios para entender o estabelecimento da cultura sambaquieira e sua interação com a paisagem e seus materiais. (AU)