Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfologia ultra-estrutural e arranjo dos espermatozóides de Leucoptera coffeella (Guérin-Mèneville, 1842) (Lepidoptera: Lyonetiidae) ao longo do trato reprodutor masculino

Processo: 03/13924-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2004
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia
Pesquisador responsável:Mary Anne Heidi Dolder
Beneficiário:Lilian Alves
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Lepidoptera   Ultraestrutura   Espermatozoides   Leucoptera coffeella

Resumo

A ordem Lepidoptera é um dos grupos mais estudados da classe Insecta e apresenta o caso mais evidente de polimorfismo espermático, que resulta na produção de dois tipos de espermatozóides, os eupirenes e os apirenes. Os eupirenes são responsáveis pelo processo de fertilização enquanto os apirenes participam indiretamente desse processo, estando envolvidos na competição espermática. Além da ausência de núcleo e acrossomo nos apirenes, estes espermatozóides também diferem pela presença de diferentes estruturas extracelulares. Ambos os tipos de espermatozóides sofrem várias modificações morfológicas e organizacionais ao longo do trato reprodutor. Leucoptera coffeella, conhecida como bicho-mineiro-do-cafeeiro, é considerada a principal praga de café no Brasil, causando sérios prejuízos às plantações e à economia. O desenvolvimento de plantas resistentes e o controle químico têm sido as ferramentas mais eficazes de combate a esta praga. Observações preliminares em microscopia de luz, apontam diferenças no arranjo dos espermatozóides. Desta forma, o presente trabalho pretende analisar a morfologia ultraestrutural e o arranjo destes espermatozóides ao longo do trato reprodutor masculino do bicho-mineiro-do-cafeeiro, comparando os resultados obtidos com aqueles existentes na literatura para outras espécies em Lepidóptera e assim contribuir para o desenvolvimento de ferramentas para controle do bicho-mineiro-do-cafeeiro. (AU)