Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização físico-química de enzimas produzidas por linhagens bacterianas em fermentação semi-sólida

Processo: 02/07377-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2003
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Crispin Humberto Garcia Cruz
Beneficiário:Natalia Canato Lorenzeti
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Resíduos agroindustriais   Amilases   Poligalacturonase

Resumo

Em pesquisa previa foram isoladas e caracterizadas bactérias da rizosfera produtoras amílases e pectinases. A hidrólise enzimática de amilase foi avaliada em placas de Petri contendo PCA acrescido de 2% de amido. Após incubação de 24, 48 e 72 horas, as placas foram inundadas com solução de iodo e o halo claro formado ao redor das colônias indicou a hidrolise enzimática. O meio utilizado para a produção de enzimas contém amido, peptona, extrato de levedura e sais (pH 6,0). Esse meio foi inoculado com uma suspensão bacteriana e incubado a 30ºC e 200 rpm durante 72h. Em seguida determinada a atividade enzimática. Para a avaliação da hidrólise de pectinase o procedimento foi o mesmo, porém utilizando pectina ao invés de amido. Para produção de pectinases foi utilizado o meio contendo: pectina cítrica e sais minerais em e pH 6. De acordo com os resultados, das bactérias testadas 50% apresentaram-se produtoras de enzimas amilolíticas, enquanto 26% mostraram-se produtoras de enzimas pectinolíticas. As bactérias mostraram baixa atividade de α-amilase, porém alta atividade de poligalacturonase. Alguns autores relatam que a produção de enzimas hidrolíticas têm sido mais eficientes em fermentação semi-sólida do que em fermentação submersa e, portanto, o objetivo desta pesquisa será testar o efeito da utilização de resíduos agroindustriais como meio de cultura em fermentação semi-sólida para produção de α-amilase e poligalacturonase. (AU)