Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade genética do gene HLA G em populações indígenas brasileiras

Processo: 07/58391-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 31 de maio de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Eduardo Antônio Donadi
Beneficiário:Celso Teixeira Mendes Junior
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Diversidade genética   Antígenos HLA-G   População indígena   Brasileiros

Resumo

Historicamente, os genes do Complexo Principal de Histocompatibilidade têm sido divididos em três classes distintas (I, II e III). No ser humano, esses genes representam o sistema de Antígenos Leucocitários Humanos (HLA). Baseados no padrão de expressão gênica e no nível de polimorfismo, os genes de classe I são divididos em Ia (clássicos) e Ib (não-clássicos). O gene HLA-G é membro integrante da classe Ib, cujas funções ainda não estão completamente elucidadas. Sabe-se que a região promotora e codificadora do gene HLA-G é altamente polimórfica, tendo sido nelas identificados cerca de 40 SNPs até o momento. Estes SNPs se organizam em haplotipos que podem estar relacionados à alta ou baixa expressão de HLA-G. As evidências de que desempenhe funções distintas das dos genes clássicos sugere que esse gene está exposto a regimes seletivos distintos. O polimorfismo desses genes tem sido pouco avaliado em estudos populacionais, sendo que a diversidade da região promotora nunca foi estudada em Ameríndios, nos quais as pressões seletivas ainda não foram caracterizadas. No que se refere aos marcadores de classe Ia e II, diversas populações indígenas foram investigadas, levando à proposição de modelo segundo o qual a diversidade de tais genes em indígenas seria moldada por pressão patógeno-dirigida, aliada à deriva genética. Influência de seleção natural balanceadora sobre o gene HLA-G vem sendo relatada. Sob a hipótese de que a região promotora do gene HLA-G está sob efeito de seleção natural e o estudo de seu polimorfismo, juntamente com os alelos do gene HLA-G e do polimorfismo de 14-pb do exon 8, permite verificar de maneira adequada à ocorrência de ação de seleção balanceadora sobre tal gene, neste estudo serão analisadas seqüências de DNA das regiões promotora e codificadora em cerca de 150 indígenas distribuídos entre 16 aldeias pertencentes a sete tribos da Amazônia brasileira, objetivando avaliar a distribuição da variabilidade genética no gene HLA-G. Esses dados também permitirão avaliar a informatividade destes loci em estudos populacionais, envolvendo populações de origens evolutivas recentes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENDES-JUNIOR, C. T.; CASTELLI, E. C.; MEYER, D.; SIMOES, A. L.; DONADI, E. A. Genetic diversity of the HLA-G coding region in Amerindian populations from the Brazilian Amazon: a possible role of natural selection. Genes and Immunity, v. 14, n. 8, p. 518-526, DEC 2013. Citações Web of Science: 10.
MENDES-JUNIOR, CELSO T.; CASTELLI, ERICK C.; MOREAU, PHILIPPE; SIMOES, AGUINALDO L.; DONADI, EDUARDO A. Absence of the HLA-G{*}0113N allele in Amerindian populations from the Brazilian Amazon region. HUMAN IMMUNOLOGY, v. 71, n. 4, p. 428-431, APR 2010. Citações Web of Science: 5.
CASTELLI‚ EC; MENDES-JUNIOR‚ CT; VIANA DE CAMARGO‚ JL; DONADI‚ EA. HLA-G polymorphism and transitional cell carcinoma of the bladder in a Brazilian population. TISSUE ANTIGENS, v. 72, n. 2, p. 149-157, 2008.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.