Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da fluorescência temporal de tecidos dentais sadios e cariados para o desenvolvimento de um sistema de diagnóstico de lesões de cárie

Processo: 07/04502-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2007
Vigência (Término): 30 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Luciano Bachmann
Beneficiário:Fernanda Ferretti de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Espectroscopia de fluorescência   Espectroscopia   Esmalte dentário

Resumo

O objetivo desse projeto é obter espectros de fluorescência estática e perfis de decaimento da fluorescência de tecidos dentais duros sadios e com lesões de cárie. Com este trabalho pretende-se formar um modelo que explique a origem da fluorescência nos tecidos dentais e propor um procedimento de excitação óptica mais preciso na identificação da cárie dental e que possa ser empregado em procedimentos clínicos.A espectroscopia de fluorescência estática é utilizada atualmente na identificação de lesões de cárie; principalmente nas lesões sub-superficiais não identificáveis clinicamente. Diversos trabalhos que estudaram a eficácia do Diagnodent®, sistema óptico empregado atualmente no diagnóstico da cárie dental; e identificaram a possibilidade de erros que ele pode apresentar durante a avaliação do grau da cárie formada. A espectroscopia de fluorescência resolvida no tempo, proposta neste projeto, está fundamentada na determinação do tempo de vida da fluorescência. Os grupos de amostras deste projeto foram elaborados para que abranjam todo o range possível de alterações químicas e físicas dos tecidos dentais, e que possam apresentar diferentes padrões de fluorescência e assim auxiliar do desenvolvimento das hipóteses levantadas. A técnica utilizada para a obtenção do decaimento da intensidade de fluorescência baseia-se no método de correlação temporal de fótons únicos; o feixe de excitação será acoplado a uma sonda comercial. Atualmente a instrumentação necessária para a realização de trabalhos in vivo apresenta um decréscimo nos custos, o que possibilita a elaboração de um equipamento clínico e que esteja baseado em espectroscopia resolvida no tempo em vez de fluorescência estática. Tendo resultados promissores no presente projeto é possível propor um sistema experimental com detectores e fontes de excitação de custo reduzido e compacto.