Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento e caracterização bioquímica da fração responsável pelo efeito nociceptivo e pirogênico presente no veneno do escorpião Tityus serrulatus

Processo: 06/06373-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2007
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Glória Emília Petto de Souza
Beneficiário:Andréa Carla Pessini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Nociceptividade   Venenos de escorpião   Tityus   Cininas   Dor   Febre   Citocinas

Resumo

A Resposta de Fase Aguda (RFA) consiste de uma reação local no sítio da lesão seguida de reação sistêmica. A reação local é caracterizada pelos sinais cardinais clássicos, entre eles a dor e a reação sistêmica é induzida pela liberação de mediadores na corrente sanguínea que por sua vez induzem principalmente a febre. Venenos animais podem induzir vários dos eventos observados nesta resposta, como observado por Magalhães et al. (1999) que já haviam notado um aumento de citocinas no soro de pacientes picados pelo escorpião Tityus serrulatus, pelo nosso grupo de pesquisa, sobre a indução de uma resposta inflamatória local e sistêmica do veneno de Tityus serrulatus (Pessini et al., 2003), de uma resposta febril dependente de cininas, interleucina-1 e óxido nítrico, mas independente de prostaglandinas e endotelinas (PESSINI et al., 2006, in press) e de resultados de outros grupos de pesquisadores que investigaram a resposta nociceptiva do mesmo veneno (NASCIMENTO et al., 2005). Portanto, os estudos dos prováveis mecanismos pelos quais o veneno do escorpião Tityus serrulatus e suas toxinas desencadeiam a resposta de fase aguda trarão contribuições importantes para a área, uma vez que os dados disponíveis na literatura para este veneno ainda são escassos e pouco conclusivos. Sendo assim, o objetivo do presente estudo é isolar e caracterizar quimicamente a(s) fração(ões) responsável(is) pelas respostas nociceptiva e febril do veneno de Tityus serrulatus. Objetivamos ainda investigar se os mediadores envolvidos nestas respostas são os mesmos e, se correspondem ao que observamos anteriormente na febre causada pelo veneno bruto, ou seja, o envolvimento das cininas, do óxido nítrico, da IL-1, mas não das prostaglandinas. Dessa forma, serão utilizadas como ferramentas drogas anti-inflamatórias esteroidais (dexametasona), inibidores seletivos e não seletivos das ciclooxigenases (indometacina, ibuprofeno, celecoxib), e inibidores fracos destas enzimas (dipirona e paracetamol), inibidores das enzimas óxido nítrico sintase induzida (aminoguanidina) ou neuronial (7-nitroindazol), antagonistas dos receptores de IL-1 (IL-1ra) e de bradicinina (DALBK e Icatibant) e determinaremos as concentrações de citocinas (IL-1; TNF; IL-6; IL-10), quimiocinas (MIP) e cininas nos fluído cerebroespinal, peritoneal e tecido hipotalâmico durante a febre promovida pela injeção do veneno ou das frações ativas e durante a resposta nociceptiva nos tecidos subplantares após a injeção intraplantar do veneno ou das frações ativas. Estas abordagens, além de facilitar o entendimento sobre o mecanismo pelo qual as toxinas do veneno exercem seus efeitos, poderão acrescentar evidências sobre o mecanismo de ação destas drogas analgésicas e antipiréticas e sobre a eficácia de cada uma delas nestes modelos experimentais de respostas nociceptiva e febril que poderão servir de modelo para tratamento da dor e febre decorrentes do envenenamento escorpiônico em humanos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PESSINI, ANDREA C.; KANASHIRO, ALEXANDRE; MALVAR, DAVID DO C.; MACHADO, RENES R.; SOARES, DENIS M.; FIGUEIREDO, MARIA J.; KALAPOTHAKIS, EVANGUEDES; SOUZA, GLORIA E. P. Inflammatory mediators involved in the nociceptive and oedematogenic responses induced by Tityus serrulatus scorpion venom injected into rat paws.. Toxicon, v. 52, n. 7, p. 729-736, 2008. Citações Web of Science: 19.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.