Busca avançada
Ano de início
Entree

Quebra espontânea de simetria quiral na superfície do nanotubo de carbono

Processo: 09/09232-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Tobias Frederico
Beneficiário:André Jorge Carvalho Chaves
Instituição-sede: Divisão de Ciências Fundamentais (IEF). Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Ministério da Defesa (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Nanotubos de carbono   Teoria quântica de campos   Equação de Dirac

Resumo

A idéia do projeto de iniciação é estudar a quebra espontânea da simetria quiral para um campo fermiônico não massivo com interação efetiva de contato, que modela elétrons de condução na superfície de nanotubos de carbono condutores de parede simples. O modelo utilizado considerará o operador de campo dos elétrons restrito à um espaço 2+1 dimensional, com condições de contorno ditadas pela estrutura periódica para simular a superfície de um nanotubo sem considerar a estrutura detalhada dos átomos de carbono. A massa efetiva do elétron gerada pelo mecanismo da quebra espontânea da simetria quiral será obtida da solução da equação autoconsistente para a auto-energia derivada na aproximação de "1-loop", a exemplo do modelo de Nambu e Jona-Lasinio com uma interação de contato efetiva invariante pela transformação quiral. Iremos analisar a dependência da massa efetiva do elétron com o raio do nanotubo, com a introdução de impurezas e deformações na geometria do nanotubo. O limite de raio infinito quando a superfície do nanotubo se aproxima do grafeno será também investigada.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.