Busca avançada
Ano de início
Entree

Riqueza e abundância relativa de carnívoros em um fragmento de floresta mesofila semidecidual na região de Rio Claro, SP

Processo: 05/60016-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Eleonore Zulnara Freire Setz
Beneficiário:Samile Seber
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Mamíferos carnívoros   Florestas
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Abundancia Relativa | Armadilhas De Pegadas | Carnivora | Fragmentacao | Mamiferos

Resumo

A Mata Atlântica é atualmente um dos hotspots de biodiversidade, sendo rica em espécies. As florestas estacionais do planalto paulista constituem a parcela mais fragmentada e mais ameaçada. Os mamíferos predadores de médio e grande porte são muito vulneráveis à extinção, pois necessitam de áreas de vida relativamente grandes e apresentam baixas densidades populacionais. No presente projeto é proposto avaliar a riqueza e a abundância relativa de carnívoros da Mata São José, bem como comparar suas freqüências no interior e nas bordas do fragmento. Para obter pegadas serão utilizadas parcelas de areia de 50cmx50cm contendo isca odorífera, as quais serão distribuídas em linhas a cada 250m nos dois ambientes. Em cada estação do ano serão realizadas duas avaliações das armadilhas, por dois dias consecutivos (dois finais de semana), para a ocorrência e identificação dos rastros. O registro das pegadas será realizado através de desenho em plástico com caneta marcadora. O índice de abundância relativa para cada ponto da amostra será calculado como em Crooks e Soulé (1999), sendo possível também comparar as freqüências dos animais no interior e na borda do fragmento. A riqueza de espécies será obtida através do método Jackknife de estimativa de riqueza total quando há pouca quantidade de amostra, em função do número de espécies raras (Heltshe e Forrester 1983), devendo ser calculada através do software Estimates 7.5 (Colwell 2005). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NAGY-REIS, MARIANA; OSHIMA, JULIA EMI DE FARIA; KANDA, CLAUDIA ZUKERAN; PALMEIRA, FRANCESCA BELEM LOPES; DE MELO, FABIANO RODRIGUES; MORATO, RONALDO GONCALVES; BONJORNE, LILIAN; MAGIOLI, MARCELO; LEUCHTENBERGER, CAROLINE; ROHE, FABIO; et al. NEOTROPICAL CARNIVORES: a data set on carnivore distribution in the Neotropics. ECOLOGY, v. 101, n. 11, . (14/01986-0, 12/14245-2, 10/05343-5, 13/50421-2, 05/60016-1, 06/04878-7, 17/21816-0, 05/00405-4, 13/24453-4, 15/22844-1, 13/07162-6, 15/19439-8, 16/11595-3, 08/03500-6, 19/04851-1, 15/18381-6, 13/04957-8, 14/23095-0, 14/09300-0, 11/06782-5, 15/17739-4, 11/22449-4, 14/23132-2, 14/10192-7, 12/00534-2, 14/14925-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.