Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação da expressão relativa de genes diferencialmente expressos em corticotrofinomas

Processo: 09/05688-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Margaret de Castro
Beneficiário:Fernanda Gasparini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/58365-3 - Fisiopatologia e etiopatogenia molecular de doenças relacionadas aos eixos corticotrófico, somatotrófico e neurohipofisário, AP.TEM
Assunto(s):Endocrinologia   Reação em cadeia da polimerase em tempo real   Expressão gênica

Resumo

A patogênese dos tumores hipofisários tem sido extensivamente estudada, porém ainda é pouca esclarecida. A caracterização monoclonal dos tumores hipofisários, incluindo-se corticotróficos, representou um marco importante na investigação da etiopatogenia dessa doença. A aplicação dos conceitos gerais de tumorigênese é adequada para os corticotrofinomas, isto é, o processo de formação tumoral envolve várias resultantes da interação de evento(s) iniciador(es) e, conseqüentemente, de fatores promotores do crescimento do clone tumoral. São descritas alterações em genes que controlam o ciclo celular, em genes envolvidos na diferenciação e no desenvolvimento hipofisário, no processo de apoptose, além de fatores hipotalâmicos e de crescimento. Vários estudos, utilizando a técnica de microarray, têm sido realizados no intuito do estabelecimento de um padrão de genes diferencialmente expressos em adenomas hipofisários. Além disso, a expressão diferencial de microRNAs (miRNAs) também tem sido associada à tumorigênese hipofisária, inclusive em corticotrofinomas. Recentemente, em nosso laboratório, avaliamos a expressão gênica diferencial em corticotrofinomas em relação ao tecido hipofisário normal, pela técnica de SAGE, para selecionar genes candidatos envolvidos no processo da tumorigênese. Nossos dados no experimento de SAGE demonstraram expressão diminuída (-15x) do gene IGFBP7, possivelmente envolvido na proliferação celular via BRAF/MEK/ERK. O gene CCNL1, que codifica a ciclina L1, apresentou um aumento de expressão (6x) em corticotrofinomas em relação ao tecido hipofisário normal. Portanto, nosso trabalho pretende validar a expressão gênica, por PCR em tempo real, dos genes IGFBP7, ERK5/MAPK7 e CCNL1 em amostras de tumores hipofisários secretores de ACTH em relação ao tecido hipofisário normal e, por Western Blot, avaliar a expressão protéica dos produtos desses genes.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)