Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da superfície porosa e da laserterapia na osseointegração de implantes e na cicatrização de tecido cutâneo, em ratas osteopênicas

Processo: 08/05619-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2009
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Luana Marotta Reis de Vasconcellos
Beneficiário:Mariana de Oliveira França
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças ósseas metabólicas   Próteses e implantes   Ósseointegração   Biomateriais   Laser   Terapia a laser   Terapia a laser de baixa intensidade   Modelos animais

Resumo

O objetivo deste estudo será avaliar o efeito da laserterapia na osseointegração de implantes de titânio poroso, em ratas osteopênicas, por meio de análise histológica e histomorfométrica do tecido ósseo ao redor dos implantes. Além disso será realizada a análise histológica do tecido cutâneo localizado sobre os mesmos. A laserterapia será realizada com laser de baixa potência, Arseneto de Gálio Alumínio, exibindo comprimento de onda de 660nm, potência de 40mW, com dose pré-determinada de 4J/cm2 e duração de 100 segundos para uma área de 1cm2. Os implantes porosos serão fabricados pela técnica de metalurgia do pó, utilizando pó de titânio puro grau 2 e uréia. Oitenta e quatro ratas serão utilizadas neste estudo, sendo que 42 serão submetidas à cirurgia de ovariectomia (OVZ) e 42 serão falsamente operados (SHAM). Após 1 mês, cada um destes grupos será novamente dividido, de acordo com o tratamento, formando 4 grupos, os quais apresentarão 21 animais cada: a) Grupo 1 - ratas SHAM + cirurgia de colocação dos implantes (CI); b) Grupo 2 - SHAM + CI + aplicação do laser de baixa potência (LLLT); c) Grupo 3 - ratas OVZ + CI; d) Grupo 4 - ratas OVZ + CI + LLLT. Sete animais de cada grupo, selecionados aleatoriamente, serão sacrificados 2, 4 e 6 semanas após a cirurgia. As peças, contendo os implantes, serão submetidas à análise histológica e histomorfométrica. Estas análises visam avaliar a velocidade de neoformação óssea, a área de contato na interface osso-implante nos diferentes tempos e a influência do tratamento com laser no tecido ósseo. Os dados obtidos na análise histomorfométrica serão submetidos ao teste ANOVA e de Tukey (p<0,05).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
REIS DE VASCONCELLOS, LUANA MAROTTA; MOREIRA BARBARA, MARY ANNE; ROVAI, EMANUEL DA SILVA; FRANCA, MARIANA DE OLIVEIRA; EBRAHIM, ZAHRA FERNANDES; OLIVEIRA DE VASCONCELLOS, LUIS GUSTAVO; PORTO, CAMILA DECO; ALVES CAIRO, CARLOS ALBERTO. Titanium scaffold osteogenesis in healthy and osteoporotic rats is improved by the use of low-level laser therapy (GaAlAs). Lasers in Medical Science, v. 31, n. 5, p. 899-905, JUL 2016. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.