Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtencao de oxido de silicio modificado a partir de alcooxidos organo-funcionalizados pelo metodo sol-gel.

Processo: 03/00457-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2003
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Eduardo José Nassar
Beneficiário:Lilian Rodrigues Avila Ribeiro
Instituição-sede: Coordenadoria Adjunta de Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:99/11928-5 - Obtenção de monólitos, pó e filmes luminescentes através do processo sol-gel, AP.JP
Assunto(s):Processo sol-gel   Terras raras   Luminescência

Resumo

A superfície da sílica obtida comercialmente pode ser modificada através de reações com diferentes tipos de alcoóxidos, porém o rendimento da reação é muito baixo. A utilização do processo sol-gel, como método simples e fácil na obtenção de óxido de silício vem sendo vastamente utilizados nas preparações de novos materiais a base de silício. A incorporação de íons lantanídeos opticamente ativos nesses materiais possibilitam a construção de amplificadores com base em fibras de silicatos, os quais podem conter um grande número de aplicações. Os óxidos de silício deverão ser preparados segundo a metodologia utilizada por Stöber, na tentativa de se obter os menores tamanhos de partículas possível. O estudo será direcionado para concentração dos reagentes, composição, temperatura, tamanho de partículas, agitação, variação de alcoóxidos (alcoóxidos modificados), a utilização de diferentes tipos de alcoóxidos de silício se deve ao fato de se tentar reduzir a formação de grupos, principalmente hidroxilas -OH, na superfície da sílica, os quais são importantes promotores da supressão da luminescência dos íons de terras raras. Nas amostras serão adicionados íons de terras raras para um acompanhamento espectroscópico sobre modificações estruturais e a adição de ligantes apropriados (phen, bpy, acac, etc) para aumentar a eficiência de emissão desses íons. Todos os óxidos deverão ser obtidos na forma sólida (pó e/ou monólitos). (AU)