Busca avançada
Ano de início
Entree

Os efeitos do treinamento auditivo em crianças nascidas prematuras

Processo: 09/11106-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2009
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Alessandra Spada Durante
Beneficiário:Mariana de Souza Pires
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Transtornos da percepção auditiva   Reabilitação (terapêutica médica)

Resumo

Crianças nascidas pré-termo e com indicadores de risco auditivo devem ser monitoradas no desenvolvimento auditivo. Estudos recentes têm relatado a associação de alteração das habilidades auditivas associadas a prejuízos escolares e comportamentais nesta população. A avaliação audiológica por métodos objetivos de avaliação, ressaltando os potenciais evocados auditivos e a supressão das emissões otoacústicas, e por testes comportamentais de resolução temporal pode ser utilizada como índice do desenvolvimento do sistema auditivo, da percepção de fala e discriminação auditiva, bem como marcadores do desempenho após programa de treinamento auditivo. O objetivo deste trabalho é verificar a ocorrência de possíveis mudanças na latência, amplitude e morfologia nos registros dos potenciais evocados auditivos de média e longa latência, bem como na magnitude da supressão das emissões otoacústicas e no desempenho testes de resolução temporal em crianças de 8 a 14 anos nascidas com idade gestacional abaixo de 34 semanas e com indicadores de risco auditivo ao nascimento, após a realização do programa de treino auditivo formal (Musiek, Schochat, 1999). Para tanto, serão cumpridas três etapas de pesquisa: avaliação inicial, treino auditivo formal e reavaliação após 3 meses. (AU)