Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da Vitamina A e do beta-caroteno nas expressões das conexinas 43 e 32 de fígados de Ratos Wistar submetidos a modelo de hepatocarcinogênese

Processo: 98/03481-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 1998
Vigência (Término): 31 de maio de 1999
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Fernando Salvador Moreno
Beneficiário:Roseli de Moura Espindola
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Vitamina A   Quimioprevenção   Neoplasias   beta Caroteno

Resumo

A vitamina A pré-formada e SEUS análogos sintéticos, bem como o beta caroteno, vêm sendo estudados agentes protetores e terapêuticos no processo da carcinogênese e, em estudos experimentais, tem-se comprovado, que os carotenóides (beta-caroteno) possuem atividade inibitória em lesões pré-neuplásticas de ratos Wistar submetidos a modelo de hepatocarcinogênese. Tem-se ainda observado que o Beta-carotero é capaz de aumentar a expressão do gene que codifica para conexina 43. Além disso, nas várias etapas da hepatocarcinogênese, observa-se uma redução no número das gap-junctions, associada com a diminuição da expressão do gene para a proteína conexina 32 no fígado. Assim, pretende-se avaliar as expressões dos genes que codificam para as conexinas 43 e 32, através da técnica de Northem blot, em amostras de fígado de ratos Wistar tratados ou não beta-caroteno ou vitamina A e submetidos a modelo de hepatocarcinogênese. (AU)