Busca avançada
Ano de início
Entree

Projeto viveiro medicinal: a etnofarmacologia como ferramenta para um programa de educação ambiental no município de Sumaré, SP

Processo: 04/00943-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2004
Vigência (Término): 31 de maio de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Etnofarmacologia
Pesquisador responsável:Alba Regina Monteiro Souza Brito
Beneficiário:Patrícia de Sousa Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/05503-6 - Uso sustentável da biodiversidade brasileira: prospecção químico-farmacológica em plantas superiores, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Educação ambiental   Plantas medicinais

Resumo

Os usos potenciais dos recursos vegetais, embora muito discutidos, ainda necessitam ser inventariados. A etnofarmacologia, enquanto etnociência, procura agregar conhecimento científico aos conhecimentos populares acerca dos usos medicinais dos recursos naturais. Esse diálogo entre a ciência e as tradições populares colabora na busca pelo uso sustentável da natureza agregando qualidade de vida às populações. O Projeto Viveiro Medicinal pretende valorizar o conhecimento sobre a flora medicinal e resgatar a história de seus usos, utilizando a etnofarmacologia como ferramenta no desenvolvimento de um programa de Educação Ambiental. O público alvo do projeto são alunos do 4º ciclo do Ensino Fundamental, bem como toda comunidade escolar, em duas escolas do município de Sumaré-SP. Vinculado ao Projeto Temático "prospecção químico-farmacológica em plantas superiores da Mata Atlântica e Cerrado" (Programa BIOTA/FAPESP, processo nº 02/05503-6) esse projeto visa divulgar os subprojetos desenvolvidos no âmbito do temático e disponibilizar os dados das pesquisas com plantas medicinais de forma adequada à comunidade, ao mesmo tempo que procura inventariar usos medicinais de plantas pela comunidade. (AU)