Busca avançada
Ano de início
Entree

Busca por novos agonistas do receptor ativado por proliferadores peroxissomais gama

Processo: 09/10901-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Igor Polikarpov
Beneficiário:Jéssica Christina Lóis de Oliveira Campos
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/00182-8 - Biofísica estrutural dos receptores nucleares e proteínas relacionadas, AP.TEM
Assunto(s):Receptores citoplasmáticos e nucleares   Flavonoides

Resumo

Os receptores nucleares (RNs) são proteínas envolvidas em importantes funções fisiológicas do organismo, sendo responsáveis pela regulação da transcrição de genes-alvo. O modo de ação dos RNs ocorre por meio de eventos complexos que exigem diferentes formas de regulação, envolvendo diferentes proteínas e ligantes. A subfamília dos receptores ativados por proliferadores peroxissomais é constituída por três isotipos (PPAR-±, PPAR-²/´ e PPAR-³) e está envolvida em doenças como diabetes, obesidade, dislipidemias, psoríase, aterosclerose e câncer. O PPAR³ está envolvido principalmente na diferenciação de adipócitos e homeostase metabólica. A diabetes é uma doença muito comum que acomete mais de 250 milhões de pessoas em todo o mundo. A resistência a insulina pelas células insulino-dependentes faz com que os níveis de glicose no sangue se elevem. A obesidade é uma doença comum e pode estar associada à diabetes se houver disfunção das células beta pancreáticas com incapacidade de compensação de resistência insulínica. Esses três fatores, diabetes, obesidade e deficiência das células beta pancreáticas mostram que o tecido adiposo é dinâmico e se relaciona com os demais tecidos. O principal fator que correlaciona esse dinamismo e até a homeostase da glicose é o PPAR³. Este projeto se propõe a estudar a ativação do receptor PPARy por ligantes naturais. Será testada a ativação do PPARy por flavonóides através de testes de transativação celular. Além disso, serão realizados ensaios de co-cristallização do PPAR³ com os flavonóides na tentativa de determinar modelos estruturais desses complexos. Este trabalho, além de sua importância científica, se trata de um tema atual e relacionado a doenças importantes, aborda técnicas atuais de bioquímica e biofísica que auxiliarão na formação técnica e acadêmica da aluna.