Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos estruturais de receptores nucleares órfãos

Processo: 04/13729-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2005
Vigência (Término): 30 de setembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Igor Polikarpov
Beneficiário:Adriana Lucely Rojas Cardona
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Cristalografia de proteínas   Receptores citoplasmáticos e nucleares   Receptores nucleares órfãos   Receptores dos hormônios tireóideos

Resumo

O objetivo deste projeto é a determinação da estrutura do receptor nuclear órfão NGFI-B (Nerve Growth Factor-Induced Clone B), visando a comparação estrutural desse receptor com aqueles que tipicamente se ligam a correguladores. NGFI-B e os membros da sua família são altamente expressos no sistema nervoso adulto, onde são induzidos como parte da resposta imediata a estímulos como o do fator de crescimento nervoso. A sua expressão no striatum cerebral, uma região envolvida no controle da atividade motora e desordens tais como mal de Parkinson e Hungtington, sugere que este fator de transcrição pode ter um papel importante na manutenção de diferentes sistemas neurotransmisores, como assim também em processos neuroadaptativos. Dado que NGFI-B não se associa com os coativadores que normalmente promovem a transcrição via os receptores nucleares, o conhecimento da estrutura cristalográfica desse receptor auxiliaria no entendimento dos elementos responsáveis pelo não reconhecimento dos coativadores. Como as superfícies de ligação dos coativadores e correpressores se superpõe, poderia-se desenvolver compostos capazes de interferir com a ligação de ambas. Para tanto, é necessário entender em detalhes a base estrutural da interação dos NRs com as proteínas coativadoras e, ao mesmo tempo, entender porque certos receptores não reconhecem esses coativadores. (AU)