Busca avançada
Ano de início
Entree

Isquemia e nefrotoxicidade da gentamicina: ocorrencia de insultos subsequentes de lesao renal.

Processo: 00/06597-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2000
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Médico-cirúrgica
Pesquisador responsável:Maria de Fatima Fernandes Vattimo
Beneficiário:Veronica Cunha Rodrigues Oliveira
Instituição-sede: Escola de Enfermagem (EE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Isquemia   Gentamicinas

Resumo

A insuficiência renal aguda (IRA) pode ser definida como um abrupto declínio da filtração glomerular com diminuição da permeabilidade capilar glomerular, obstrução tubular e vasoconstrição, tendo atualmente como causas principais a isquemia e a nefrotoxicidade de dragas. Algumas características clínicas têm sido relatadas como fatores de risco para a ocorrência de IRA como; desidratação; idade avançada; obesidade e lesão renal prévia, entre outros. Por outro lado, mais recentemente tem sido explorado o conceito de proteção funcional adquirida que traduz o mecanismo de conservação da função renal quando órgão é exposto subsequentemente ao mesmo insulto. Este dado poderia, portanto, excluir a lesão prévia como fator de risco para IRA, abrindo uma lacuna de conhecimento para a investigação referente à ocorrência de outro tipo de lesão renal levando ou não a obtenção de proteção funcional. Neste estudo faremos uma investigação a respeito do efeito funcional da isquemia renal em animais que já sofreram outro tipo de insulto, a IRA pela gentamicina, utilizando como marcador de função renal o clearance de creatinina. (AU)