Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo da distribuição das fibras da matriz extracelular no aparelho valvar mitral e tricúspide em cães e no homem

Processo: 09/52378-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Elia Tamaso Espin Garcia Caldini
Beneficiário:Paula Lage Pasqualucci
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Matriz extracelular   Tecido elástico   Valva mitral   Valva tricúspide

Resumo

Introdução: As valvas cardíacas, compostas quase que exclusivamente por tecido conjuntivo, apresentam sua matriz extracelular formada por fibras de colágeno, fibras do sistema elástico e substância fundamental amorfa. Justificativa: Embora encontrados na literatura estudos sobre a distribuição das fibras de colágeno e elásticas nas valvas mitral e tricúspide, não há estudos quantitativos com a utilização de métodos estereológicos. Além disso, há carência de investigação científica que compare os componentes da matriz extracelular no aparelho valvar em cães e humanos. A complexidade do sistema cardiovascular não permite ainda substituir totalmente a experimentação animal. Objetivos: Identificar as fibras colagênicas e elásticas e quantificar, através de métodos estereológicos, o volume ocupado por essas fibras nos componentes do aparelho valvar das valvas mitral e tricúspide em humanos e em cães. Material e Método: Serão utilizados 5 corações humanos e 5 corações de cães, todos de adultos sem alteração macroscópica. As cúspides, cordas tendíneas e músculos papilares do aparelho valvar mitral e tricúspide serão submetidos à preparação histológica, corando-se os cortes com Picrossírius para identificação das fibras colagênicas e com Resorcina-Fucsina de Weigert para a identificação das fibras do sistema elástico. Através de análise estereológica, será calculado o volume de tecido correspondente às fibras colagênicas e às do sistema elástico de cada um dos componentes. Será aplicado o teste t de Student para análise estatística dos dados estereológicos, considerando-se um nível de significância de 5%. (AU)