Busca avançada
Ano de início
Entree

Política externa brasileira e regimes internacionais: o Brasil na OMC

Processo: 04/10489-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2004
Vigência (Término): 30 de novembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Janina Onuki
Beneficiário:Haroldo Ramanzini Júnior
Instituição-sede: Centro de Estudo das Negociações Internacionais (CAENI). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Política externa do Brasil   Relações internacionais   Organização Mundial do Comércio (OMC)   Banco de dados

Resumo

Este projeto tem por objeto de pesquisa a participação do Brasil - enquanto país intermediário - na Organização Mundial do Comércio (OMC). A partir do debate teórico das Relações Internacionais, entre neo-realistas e neo-institucionalistas, o objetivo é compreender como ambientes com alto grau de institucionalização (como é o caso da OMC) podem favorecer países como o Brasil. Partimos do pressuposto de que a criação do Órgão de Solução de Controvérsias (OSC) contribui para a inserção de países com o mesmo porte do Brasil, nas negociações comerciais internacionais, reduzindo os custos impostos pela disputa assimétrica de poder. Portanto, a participação do Brasil na OMC será analisada a partir do acompanhamento dos painéis em que o País participou - como demandante e demandado -, organizando um banco de dados informativo sobre cada um desses processos. O objetivo é organizar as informações sobre os processos de julgamento do OSC, não priorizando apenas a análise quantitativa, mas sobretudo analisando cada um dos processos e seus resultados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)