Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliacao dos efeitos da tretinoina e da isotretinoina no tecido cutaneo por estudos histopatologicos e histometricos.

Processo: 01/04816-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2001
Vigência (Término): 31 de julho de 2002
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos
Beneficiário:Kassandra Azevedo Tadini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Pele   Ácido retinoico   Histopatologia   Dermocosméticos   Isotretinoína

Resumo

A tretinoína (0,025 a 0,1%), quando usada topicamente, é indicada no tratamento da acne e da pele envelhecida; a isotretinoína (0,05%) também é utilizada topicamente para o tratamento da acne e no caso da acne severa tem sido indicada para uso oral. De maneira geral, os retinóides agem na proliferação, diferenciação e ceratinização da célula, assim como na secreção de sebo, nas inflamações, nas reações imunológicas e na prevenção de certas neoplasias. Especificamente em relação à forma ácida destes retiníodes (a tretinoína e a isotretinoína), o mecanismo de ação tem sido muito bem investigado e comprovado. O objetivo do presente trabalho é estudar comparativamente os efeitos no tecido cutâneo da tretinoína e da isotretinoína, veiculadas em uma formulação de gel creme, bem como avaliar quali e quantitativamente, por meio de estudos histopatológicos e histométricos, as alterações ocasionadas na epiderme quando do uso destas substâncias ativas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: