Busca avançada
Ano de início
Entree

Busca por candidatos a herbicidas inibidores da fotossíntese a partir de produtos naturais

Processo: 07/59603-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2008
Vigência (Término): 03 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Maria Fátima das Graças Fernandes da Silva
Beneficiário:Thiago André Moura Veiga
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/09852-8 - Fitoquímica e ecologia química: busca de compostos de partida para novas drogas inseticidas, fungicidas e bactericidas para o controle de pragas vegetais, AP.PRNX.TEM

Resumo

A busca de princípios ativos para a redução da população de plantas daninhas é de fundamental importância devido à necessidade crescente de produção de alimentos em todas as partes do mundo. O objetivo geral desse projeto é implantar uma nova linha de pesquisa no Dept. de Química/UFSCar, que visa o controle químico de plantas daninhas via ensaios de inibição de sítios da fotossíntese e elucidação de seus mecanismos de ação. Para isto, realizar-se-á um screening com os produtos naturais isolados pelo Grupo de PN/DQ/UFSCar, bem como de substâncias de origem sintética produzidas pelo mesmo departamento. As substâncias que apresentarem atividade sobre a síntese de ATP e transporte de elétrons em cloroplastos (isolados das folhas de espinafre) terão seus mecanismos de ação in vitro elucidados, o que possibilitará o desenvolvimento de novos herbicidas inibidores da fotossíntese biodegradáveis, econômicos e com baixa toxicidade comparada aos herbicidas comerciais. O candidato à bolsa fez um estágio junto ao grupo do Prof. Dr. Blas Lotina-Hennsen da Universidade Autônoma do México (UNAM) trabalhando no tema do projeto. Após este aluno retornar foi necessário comprar alguns equipamentos para que estes ensaios fossem feitos no DQ-UFSCar. Assim, o tempo não foi suficiente para ele introduzir todos os ensaios junto ao grupo, treinando novos alunos. Seria uma perda muito grande para o grupo se este aluno não permanecesse por mais um ou dois anos para dar seqüência à introdução de todos os. ensaios. É lógico que este aluno em seis meses não conseguiu dominar todos estes ensaios para transferi-los na integra ao grupo, sendo necessário um segundo estágio dele junto ao grupo do Prof. Blas, ou trazer este pesquisador para o Brasil sentindo ser mais produtiva esta última possibilidade o grupo de PN está solicitando auxílio a este órgão para tal finalidade e também reforça o pedido de uma bolsa de pós-doutorado para este aluno, Thiago André Moura Veiga. O conhecimento e o treino prévio do aluno nos ensaios comentados facilitarão e consolidarão a aprendizagem em um período de um mês do professor no Brasil e posterior transferência aos demais alunos. Treinar os alunos novos em um período de um mês em geral é pouco produtivo. (AU)