Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da resistência à corrosão do aço inoxidável AISI 316L com e sem revestimentos metálico-cerâmicos e híbridos orgânico-inorgânicos

Processo: 08/50579-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2008
Vigência (Término): 06 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Assis Vicente Benedetti
Beneficiário:Elivelton Alves Ferreira
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil

Resumo

As ligas empregadas na manufatura de estruturas e dispositivos, tais como os aços inoxidáveis, são susceptíveis a corrosão localizada resultando na dissolução acelerada do metal. Uma das formas de se eliminar, principalmente, a corrosão localizada destes materiais pode ser a colocação de uma camada protetora entre o metal e o meio corrosivo. Assim pode ser satisfeita a exigência de qualidade desses materiais para a aplicação na indústria motiva pelo desenvolvimento de novas metodologias para a obtenção de revestimentos que protejam estes materiais contra a corrosão. Este projeto tem como objetivo estudar a corrosão por pites em aço inoxidável AISI 316L, com e sem os diferentes revestimentos (metálico-cerâmicos e híbridos orgânico-inorgânicos), por meio da determinação dos mecanismos de ataque dos revestimentos e do substrato na presença de íons cloreto e dos íons sulfato juntamente com os íons cloreto. Os estudos de corrosão serão realizados por medidas de Potencial de Circuito Aberto (EOC), Espectroscopia de Impedância Eletroquímica (EIS), Curvas de Polarização (CP) e Ensaios de Imersão. A análise dos revestimentos será realizada por Microscopia Óptica (OM), Microscopia Eletrônica de Varredura (SEM), Espectroscopia por Separação de Energia de Raios X (EDS) e Difração de Raios X (XRD) a fim de se detectar tamanho e distribuição de poros, identificarem fases e analisar de forma semi-quantitativa os elementos com n° atômico >5 (Z>B). A natureza e estrutura molecular dos revestimentos híbridos orgânico-inorgânicos serão analisadas por espectroscopia no infravermelho com refletância total atenuada e com transformada de Fourier (FTIR-ATR), espectroscopia no infravermelho com refletância difusa e com transformada de Fourier (DRIFT) e Espectroscopia de Fotoelétrons de Raios X (XPS). A partir das medidas de desgaste por abrasão e deslizamentos em conjunto com demais resultados procurar-se-á dar uma resposta às indústrias que pretendem utilizar esses materiais em seus componentes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERREIRA, ELIVELTON A.; DELLA NOCE, RODRIGO; FUGIVARA, CECILIO S.; BENEDETTI, ASSIS V. Influence of Ethanol, Acidity and Chloride Concentration on the Corrosion Resistance of AISI 316L Stainless Steel. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 24, n. 3, p. 397-405, Mar. 2013. Citações Web of Science: 2.
ELIVELTON ALVES FERREIRA; FERMINIO CESAR POLACHINI; CECÍLIO SADAO FUGIVARA; ASSIS VICENTE BENEDETTI. Construção de uma célula-autoclave para medidas eletroquímicas a altas temperaturas. Química Nova, v. 34, n. 9, p. 1647-1650, Set. 2011.
FERREIRA, E. A.; NOCE, R. D.; FUGIVARA, C. S.; BENEDETTI, A. V. Evaluation of 316L Stainless Steel Corrosion Resistance in Solution Simulating the Acid Hydrolysis of Biomass. Journal of the Electrochemical Society, v. 158, n. 4, p. C95-C103, 2011. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.