Busca avançada
Ano de início
Entree

Migração partidária na Câmara dos Deputados entre 1946-64

Processo: 06/53659-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Comportamento Político
Pesquisador responsável:Fernando de Magalhães Papaterra Limongi
Beneficiário:Jaqueline Porto Zulini
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Partidos políticos

Resumo

A literatura especializada apresenta a migração partidária como exemplo da falta de institucionalização do sistema político e partidário no Brasil. Considerando, porém, que as movimentações parlamentares revelam outros aspectos do sistema político, pretendo estudar as trocas de legenda no primeiro período democrático brasileiro, ainda pouco explorado pela ciência política. Será verificado se as movimentações apresentam as mesmas características do momento atual. Usualmente afirma-se que elas eram menos freqüentes no período de 1946-64. Contudo, as explicações para o caráter endêmico do fenômeno verificado no pós-1988 invocam regras presentes em ambas as épocas analisadas. Logo, o objetivo desse estudo é trazer luz tanto sobre o funcionamento do sistema político e partidário vigente entre 1946-64 como sobre os efeitos das instituições sobre o comportamento dos deputados. (AU)