Busca avançada
Ano de início
Entree

Distribuicao espacial dos idosos segundo agrupamentos definidos pelo conceito que estes tem do que e qualidade de vida e grau de satisfacao com a vida.

Processo: 04/07303-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2004
Vigência (Término): 30 de setembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:José Eduardo Corrente
Beneficiário:Marcelo Rocha Magalhaes
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Modo de vida   Qualidade de vida   Geoprocessamento   Análise espacial

Resumo

O progressivo aumento da população idosa em todo o mundo tem sido um dos maiores desafios da área de saúde pública neste século. A literatura que trata dos problemas relacionados com a população idosa no Brasil enfatiza o crescimento explosivo dessa parcela da população e suas conseqüências nos diversos setores da sociedade (Kalache et al., (1987); Ramos et al. (1987), Edwards (2001). A preocupação tem enfocado o indivíduo idoso que tem menor capacidade funcional e autonomia, uma vez que se conhece a possibilidade grande de que a maior parte das pessoas acima dos 60 ou 65 anos possam ser ainda produtivas e independentes. Objetiva-se que as pessoas vivam mais, mas com autonomia e. sem limites da sua capacidade funcional. Assim, a partir de um inquérito multidimensional para avaliar o estilo e qualidade de vida da população idosa no município de Botucatu, SP, foram encontrados grupos similares de idosos referente a essas questões. Desse modo, o objetivo deste trabalho é, então, obter a distribuição espacial desses idosos, identificando os grupos formados segundo as respostas similares obtidas no instrumento e de acordo com o conceito que estes têm do que é qualidade de vida e grau de satisfação com a vida. A identificação da distribuição espacial dos idosos de Botucatu será realizado usando o programa SPRINGER através da informação obtida por setores censitários, usando o mapa da cidade, já implementado no Laboratório de Geoprocessamento do Departamento de Saúde Pública da FMB - Botucatu - SP. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)