Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da síntese de óxido nítrico em linhagens celulares com defeitos da cadeia respiratória

Processo: 06/00619-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2006
Vigência (Término): 30 de junho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Célia Harumi Tengan
Beneficiário:Luana Tesser Gamba
Instituição-sede: Departamento de Neurologia e Neurocirurgia. Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mitocôndrias   Doenças musculares   Óxido nítrico   DNA mitocondrial   Neurologia

Resumo

Acredita-se que mutações no DNA mitocondrial (DNAmt) associadas com o envelhecimento sejam causadas por lesões oxidativas e que defeitos na cadeia respiratória levariam à maior predisposição a estas lesões por produzirem mais radicais livres. Recentemente observou-se que a mitocôndria produz óxido nítrico (NO) que além de radical livre, participa de diversos processos fisiológicos. Na mitocôndria o NO pode inibir a citocromo c oxidase (COX), complexo IV da cadeia respiratória. Nosso resultados preliminares indicam alterações na síntese de NO nas doenças mitocondriais dependendo do genótipo. Observamos diminuição da atividade da óxido nitrico sintase em fibras musculares com deficiência da COX e aumento de nitritos, sugerindo de aumento de NO, em linhagens celulares homoplásmicas para mutações no DNAmt. Nosso objetivo é avaliar a produção de NO utilizando um indicador fluorescente em linhagens celulares com diferentes defeitos da cadeia respiratória. Estaremos avaliando linhagens cíbridas homoplásmicas para mutações do DNAmt e fibroblastos de pacientes. Os resultados obtidos serão correlacionados com resultados de estudo das mesmas linhagens por outro método de detecção de NO (método de Griess) e com a expressão de proteínas mitocondriais específicas para cada complexo da cadeia respiratória.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.