Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise microbiológica de uma resina acrílica para base protética contendo nanopartículas de prata antes e após armazenamento em água deionizada

Processo: 09/08484-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Alberto Carlos Botazzo Delbem
Beneficiário:Ana Helena Pereira Barbosa
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese total   Estomatite protética   Prata   Nanotecnologia

Resumo

A atividade antibacteriana da prata é conhecida desde os tempos da Grécia Antiga. Ela pode ser tão efetiva quanto antibióticos tradicionais por ser extremamente ativa em pequenas quantidades, especialmente quando utilizada como partículas nanométricas. Essas nanopartículas por apresentarem menor tamanho, possuem uma maior razão da área de superfície por volume. Como os acrílicos à base de poli (metil metacrilato) (PMMA) utilizados em próteses totais e parciais podem ser colonizados e infectados por Candida albicans e outros microorganismos, a prevenção do acúmulo de microorganismos sobre tais materiais torna-se de grande importância. Assim, o presente trabalho tem por objetivo adicionar nanopartículas de prata a uma resina acrílica a base de PMMA e verificar a atividade antimicrobiana do nanocompósito PMMA/Ag para o microorganismo Candida albicans. As nanopartículas de prata serão sintetizadas e adicionadas em diferentes concentrações (0,5 e 5% em volume) a uma resina acrílica para base protética (Lucitone 550). A atividade antimicrobiana do nanocompósito será avaliada por meio de um ensaio de aderência em caldo com contagem de colônias logo após a confecção dos espécimes e após 30 dias de armazenamento em água deionizada. Será realizada uma análise quantitativa a partir dessa contagem e os grupos serão avaliados por meio de testes de comparação de acordo com a distribuição da normalidade e considerando-se os fatores de variação concentração (0,5 e 5%) e armazenamento em água deionizada (t0 e t30).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)