Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do extrato da alga "chorella vulgaris" sobre o crescimento e diferenciação das células precursoras hematopoiéticas da medula óssea de camundongos submetidos ao estresse de contenção e frio

Processo: 01/02368-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2001
Vigência (Término): 31 de março de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Giselle Zenker Justo
Beneficiário:Julia de Souza Queiroz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

Exposição do organismo a estímulos estressantes alteram o funcionamento do sistema imune. A medula óssea é o sítio de origem das células pluripotenciais das quais se originam as células do sistema hematopoiético, incluindo as células imunologicamente ativas. Portanto, é essencial que qualquer estudo sobre alterações no funcionamento do sistema imune causadas por estímulos externos considere possíveis alterações no crescimento e diferenciação das células precursoras. Estudos realizados em nosso laboratório demonstraram o comprometimento da mielopoiese em ratos submetidos ao estresse e a modulação deste efeito pelo eixo hipotálamo-hipófise-adrenal. Os efeitos terapêuticos e profilático do tratamento com a alga Chlorella vulgaris estão bem documentados na literatura. Trabalhos realizados em nosso laboratório e em outros relatam as atividades antiviral, antibacteriana e antitumoral do extrato desta alga e sugerem que esses efeitos estão parcialmente relacionados à estimulação da geração de células fagocíticas nos órgãos hematopoiéticos e à produção de citocinas. Atividades protetora contra a imunossupressão induzida por estresse psicológico e antiulcerogênica no modelo de úlcera induzida por estresse de contenção e frio também foram demonstradas. Neste trabalho, pretendemos avaliar os efeitos do extrato da C. vulgaris sobre o crescimento e diferenciação das células precursoras da medula óssea de camundongos submetidos ao estresse de contenção e frio. (AU)