Busca avançada
Ano de início
Entree

Producao de microcistinas por celulas de microcystis aeruginosa aclimatadas a diferentes concentracoes de n-nitrato.

Processo: 06/50218-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Armando Augusto Henriques Vieira
Beneficiário:Aline Roberti da Silva
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/51263-5 - Destino da matéria orgânica dissolvida liberada por Cyanobacteria em um reservatório eutrofizado do Rio Tietê: estudo de processos, AP.TEM
Assunto(s):ELISA   Nitratos   Microcistinas

Resumo

O projeto propõe quantificar a produção de microoistinas por células de Microcystis aeruginosa em culturas axênicas. As células serão cultivadas em experimentos que visam averiguar se M. aeruginosa aumenta sua taxa de captação de N-nitrato com o aumento da concentração de N-nitrato (além daquelas rotineiramente efetuadas com baixas concentrações de nitrato nos meios), aos níveis encontrados realmente em ambientes eutrofizados. A tese é que o aumento das taxas de crescimento e a duração de fase exponencial de crescimento aumentam a produção bruta de microoistinas (massa mL-1 de cultura), como sugerem alguns autores (Orr & Jones, 1998; Vézie et al, 2002; Wiedner et al, 2003). A quantificação de microcistinas será efetuada com a metodologia de ELISA (Enzime-Linked Immunosorbent Assay). Dependendo dos resultados os experimentos serão repetidos e as análises, quantitativas e qualitativas, efetuadas por HPLC no laboratório da Dra. Sandra Azevedo, nossa colaboradora. (AU)