Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de sintomas de toxicidade de micronutrientes, em couve-flor

Processo: 10/07377-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Arthur Bernardes Cecílio Filho
Beneficiário:Danielle Cristina Rosa
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Botrytis   Nutrição mineral de plantas   Hidroponia

Resumo

Existem várias técnicas para avaliar o estado nutricional das plantas tais como: diagnose visual, diagnose foliar, testes bioquímicos, técnicas de infiltração, medição indireta da clorofila, bioavaliação e análise de outros órgãos. Dentre as técnicas, a diagnose visual sempre desperta interesse de pesquisadores técnicos e produtores, haja vista ter custo reduzido, maior rapidez no diagnóstico, podendo ser realizado no campo. A possibilidade de produtores e técnicos extensionistas de contarem com material ilustrado, sobre as anormalidades nutricionais, é de grande importância para a compreensão da situação vigente, interpretação dos teores obtidos em laboratório e agilidade na tomada de decisão de forma correta. Porém, não há fácil encontrar um material disponível sobre sintomatologia de desordens nutricionais em couve-flor. O experimento será conduzido em casa de vegetação, na UNESP, Câmpus de Jaboticabal, SP, em hidroponia, método Nutrient technique film (NFT). Serão avaliados sete tratamentos, sendo um a solução nutritiva completa (testemunha) e os demais correspondentes aos excessos de B, Cu, Fe, Mn, Mo e Zn. A estrutura hidropônica, correspondente a uma parcela experimental, é formada por reservatórios de 40 litros, uma bomba marca Chosen, modelo Power Head CX-300, uma mangueira adutora da solução nutritiva do reservatório ao canal, um canal de cultivo correspondente a tubo de PVC de 20 cm de diâmetro, 2 m de comprimento, cortado longitudinalmente, e cobertos com Tetrapak®. Todas as parcelas experimentais estarão ligadas a um temporizador, para circulação intermitente da solução nutritiva. Durante o período de 7 às 19h, a circulação da solução nutritiva nos canais será de 15 minutos a cada 15 minutos sem circulação. No período complementar, o sistema será acionado uma só vez, às 23 horas, por 15 minutos. Em razão de não ter sido encontrada em literatura brasileira e estrangeira, solução nutritiva para cultivo de couve-flor, será utilizada a solução nutritiva proposta por Furlani (1998) para o cultivo de hortaliças de folha, que em teste preliminar, permitiu adequado crescimento de couve-flor (estádio vegetativo), sem visualização de deficiência e toxicidade nutricionais. O pH de cada solução será mantido entre 5 e 6, utilizando-se de papel indicador de pH, marca MERCK. Cada um dos experimentos será desenvolvido sob delineamento de blocos ao acaso, com três repetições. Cada parcela terá cinco plantas. As características a serem avaliadas são: a) Número de folhas por planta; b) Matéria seca da parte aérea (g planta-1); c) Área foliar (cm2 planta-1); d) Número de dias para visualização da toxicidade do nutriente; e) Massa da cabeça; f) Teor de nutrientes: será feita por ocasião do aparecimento do sintoma visual de toxicidade. g) Caracterização fotográfica: será realizada com uma câmera digital, marca Nikon para registro da imagem em papel e descrever a evolução da toxicidade do nutriente.